Reitora da UFRJ conheceu projeto estratégico da UnB e Fiocruz Brasília para enfrentamento à Covid-19

Por: Fernanda Marques
09/11/2020

Ascom / Gabinete da Reitoria / UnB

 

A reitora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Denise Pires de Carvalho, visitou, na última quarta-feira (4/11), a sala de situação da Universidade de Brasília (UnB) e da Fiocruz Brasília. Conhecido como Picaps, sigla para Plataforma de Inteligência Cooperativa com Atenção Primária à Saúde para o Enfrentamento da Covid-19 nos Territórios, o espaço reúne especialistas da Universidade e da Fundação para produzir dados que auxiliam na tomada de decisões de enfrentamento à pandemia no DF e em municípios vizinhos.

 

>> Relembre: UnB e Fiocruz lançam plataforma de inteligência para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus

 

A visita foi conduzida pelo professor da Faculdade de Ciências da Saúde (FS/UnB) Jonas Brant, um dos responsáveis pela Picaps. “Um dos nossos focos é treinar pessoas para o rastreamento de contatos, com uma ferramenta gratuita da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, explicou ele. Na Picaps, são produzidos relatórios semanais sobre a evolução da Covid-19, com dados que podem ser utilizados pelos gestores públicos.

 

O local também serviu como uma central tira-dúvidas no momento de pico da pandemia. Residentes da Fiocruz Brasília e estudantes da UnB atuaram para responder a perguntas enviadas por agentes de saúde do DF e cidades vizinhas. “Também atuamos para a formação desses trabalhadores em saúde, em parceria com a UnB”, frisou a diretora da Fiocruz Brasília, Fabiana Damásio, que acompanhou a visita.

 

A professora Denise veio a convite da reitora Márcia Abrahão, que falou também sobre outra iniciativa, atrelada ao trabalho da Picaps: o aplicativo de vigilância ativa Guardiões da Saúde. “Essa é uma das ferramentas mais eficientes para monitorar a nossa comunidade neste momento”, comentou a reitora da UnB.

 

>> Saiba mais sobre o app Guardiões da Saúde

 

Fonte: UnB Notícias