Fiocruz, Aprece e Cosems se integram às instituições realizadoras da Feira do Conhecimento em Fortaleza

Por: Nathállia Gameiro
02/07/2019

Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece/CE)*

 

A Feira do Conhecimento deste ano contará com novos realizadores. Além do Governo do Ceará/Secitece e do Instituto Centec, somam-se às instituições realizadoras da Feira do Conhecimento (FdC3) a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE).

Nesta segunda-feira (1º/7) uma reunião foi realizada na sede da Secitece para tratar dos detalhes da programação, que incluirá a Feira de Soluções para Saúde e o Congresso de Gestores Municipais.

“A FdC3 será um divisor de águas. O Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, por meio da Secitece e do Centec, estará conectado diretamente com a Fiocruz, a Aprece e o Consems, na perspectiva de fortalecermos a relação entre gestão, academia, empresas públicas e privadas, dialogando sobre problemas e soluções viáveis para a vida do povo nas cidades”, destaca a secretária executiva da Secitece, Nágyla Drumond.

Após a reunião, os representantes das entidades fizeram uma visita ao Centro de Eventos do Ceará, local onde ocorrerá a FdC3, prevista para os dias 16 a 19 de outubro. Serão quatro dias com uma programação intensa e gratuita de palestras, oficinas, demoday, maker challenge, hackathon, torneio de robótica, corrida de drones, festival de jogos, arena games, sessões no planetário móvel, dentre outros. Confira os detalhes da programação no site do evento: www.feiradoconhecimento.com.br.

Feira de Soluções para Saúde

As Feiras de Soluções para a Saúde possuem um formato inovador de apresentar soluções industriais, sociais e de serviços para a saúde. Nela, pesquisadores, movimentos sociais e instituições públicas e privadas se juntam para mostrar suas iniciativas. A primeira delas foi realizada em Salvador (BA), em agosto de 2017, e abordou o tema Zika e síndromes congênitas. Seus resultados foram bastante significativos: 1.422 pessoas que se inscreveram para participar das mais de 50 atividades.

A segunda edição foi realizada em abril deste ano, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, com o tema saúde única para territórios saudáveis e sustentáveis. O evento ofereceu espaços para a discussão, propostas e soluções relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e ao conceito de One-Health (que articula as saúdes humana e animal e também o meio ambiente).

Cerca de 1,5 mil pessoas participaram da Semana. Rodas de conversa, mesas redondas, mostra de experiências, oficinas e vídeos abordaram temas como saúde mental, territórios saudáveis e sustentáveis, saúde digital, feminicídio, tuberculose, leptospirose, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e Agenda 2030, plantas medicinais, inovação em saúde, humanização do cuidado, agrotóxico e segurança alimentar. Trabalhos e soluções com resultados e inovações que buscam a melhoria do atendimento e qualidade de vida da população também foram apresentados em tendas de expositores de diversos municípios do estado do Rio Grande do Sul durante os quatro dias de evento. Em breve, mais informações sobre a próxima edição da Feira de Soluções para Saúde.

*Com alterações da Fiocruz Brasília