UNA-SUS: educação em saúde para todo o Brasil

Por: Fiocruz Brasília
05/04/2019

Nathállia Gameiro

Sob tema Educação em saúde para todo o Brasil, evento proporcionou um resgate histórico da Universidade Aberta do SUS

Os colaboradores da Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) estiveram reunidos entre os dias 1 e 3 de abril para Seminário interno. Durante o encontro, apresentaram os fluxos e processos de trabalho com o objetivo de promover a troca de experiências entre suas áreas, da produção de cursos, suporte aos usuários, tecnologia da informação e comunicação, ao planejamento e desenvolvimento de recursos tecnológicos e pedagógicos.

A secretária executiva, Fabiana Damásio, destacou a importância da iniciativa para viabilizar processos de trabalho, criar espaços de escuta e construir vias de aproximação e articulação com áreas da Fiocruz Brasília, considerando especificidades e experiências. “Durante o seminário, pretendemos compartilhar as experiências da secretaria executiva UNA-SUS, que contribuíram para a consolidação da rede de universidades e para o ensino à distância na saúde pública”, afirmou. A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, destacou que a UNA-SUS é uma plataforma inovadora de tecnologia de educação que traz, em sua concepção, diversas diretrizes da Fundação.

A UNA-SUS foi criada em 2010 para atender às necessidades de capacitação dos profissionais que atuam no SUS e é composta por três pilares: Rede Institucional, Acervo de Recursos Educacionais em Saúde (ARES) e Plataforma Arouca.  Integram a Rede 34 instituições de ensino superior para a oferta de educação à distância, que produzem também recursos educacionais como vídeos, textos e imagens que são disponibilizados para uso e download no repositório ARES, o maior repositório de recursos educacionais abertos em saúde da América Latina, com mais de 10 mil arquivos.

Resgate histórico

O resgate histórico da UNA-SUS foi feito pelo coordenador de Monitoramento e Avaliação da Secretaria Executiva, Alysson Lemos. Ele destacou que o Sistema é amparado em antecedentes importantes, como a Política de Educação Permanente e a expansão da Atenção Básica. “Se a gente pensa em um sistema de saúde que tem 45 mil equipes com pelo menos três profissionais com nível superior em sua composição, estamos falando de um contingente populacional por volta de 200 mil pessoas. E como levar uma formação e qualificação para esse contingente? Presencialmente seria inviável, aí surgiu a estratégia da UNA-SUS. A partir de 2006, a educação à distância ganha corpo”, explicou.

A Secretaria Executiva está localizada na Fiocruz Brasília e tem como função o monitoramento da execução das ações aprovadas pelo Colegiado Institucional, suporte e incentivo à participação das universidades. Lemos afirmou que a conquista é fruto de uma construção coletiva que permite seguir adiante pensando em outras estratégias para fortalecer a rede e ampliar a oferta de cursos e número de vagas em escala compatível com a demanda do SUS.