Curso Hanseníase na Atenção Básica é iniciado

Por: Fiocruz Brasília
11/02/2015

A Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) inicia o curso Hanseníase na Atenção Básica. A partir dessa terça-feira, 10 de fevereiro, os profissionais já matriculados no curso poderão ter acesso livre aos conteúdos educacionais. Novas inscrições poderão ser feitas até 30 de março, pelo site: http://unasus.gov.br/hanseniase.

O curso, produzido pela Secretaria Executiva da UNA-SUS, é uma iniciativa da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS), em parceria com a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES/MS). Ao total, mais de 2.843 profissionais se inscreveram.

O curso corrobora com a campanha publicitária lançada pelo Ministério da Saúde em 21 de janeiro.  “O Brasil pode eliminar a hanseníase, mesmo que seja uma doença negligenciada. Temos estratégias para isso”, disse o ministro Arthur Chioro, durante coletiva de imprensa de lançamento da campanha.

Chioro afirmou ainda que a doença pode e deve ser identificada na Atenção Básica e que a educação continuada dos trabalhadores da saúde é fundamental para o sucesso no diagnóstico. “É preciso que o profissional pense que [os sintomas do paciente] pode ser hanseníase (…) Para isso, é preciso estar alerta”, declarou.

Nesse sentido, o curso Hanseníase na Atenção Básica tem como tem como objetivo preparar esses profissionais para atuarem no controle da transmissão da hanseníase e diminuir as incapacidades causadas pela doença. Para tanto, o conteúdo apresentado ressalta a importância do diagnóstico oportuno e do efetivo controle de contatos. No sentido de tornar a aprendizagem mais dinâmica e envolvente, são utilizados diversos recursos educacionais para promover o aprendizado. 

Além dos casos clínicos e dos quizes – bastante utilizados nos cursos oferecidos pela UNA-SUS -, o curso conta com vídeo-aulas com explicações de especialistas no tema. Também foram produzidas dramatizações, que servem como vídeos de apoio às explicações das vídeo-aulas. Dessa forma, os conteúdos de diferentes recursos se interagem, reforçando os conhecimentos do aluno.  Além disso, são utilizados hipertextos, caixas de ajuda e glossário para aprofundar os conhecimentos de termos técnicos.

“É importante ressaltar que a hanseníase pode ser controlada na Atenção Básica. Nesse sentido, o curso propõe soluções e ações factíveis para o cuidado nesse nível de atenção, com os recursos disponíveis”, afirma a designer educacional da Secretaria Executiva da UNA-SUS, Bárbara Menezes.

O curso é dividido em três unidades: vigilância; diagnóstico e acompanhamento da hanseníase na Atenção Básica. Os casos clínicos são transversais, abrangendo e integrando os três aspectos do controle da doença.

Leia mais: Ministro ressalta a importância do diagnóstico precoce e da hanseníase e afirma que doença pode ser erradicada

SERVIÇO:

Curso Hanseníase na Atenção Básica

Inscrições:  O período para inscrições está aberto até 30 de março de 2015. Para se matricular, clique aqui.

Público-alvo: profissionais de saúde de nível superior que atuam na Atenção Básica em todo território nacional.

Carga horária: 45 horas.

Vagas: Serão disponibilizadas 5 mil vagas para profissionais de todo Brasil.