Comunicação em saúde é tema no Educanvisa

Por: Fiocruz Brasília
21/12/2016

Assessores da Fiocruz Brasília participaram do evento que reuniu profissionais da educação e da saúde de três regiões brasileiras

Os jornalistas da Assessoria de Comunicação da Fiocruz Brasília Wagner Vasconcelos e Mariella de Oliveira-Costa apresentaram o tema “Comunicação e Promoção da Saúde”, durante o seminário Encontro Educação & Saúde: a dose certa para uma vida saudável, na terça-feira, 13 de dezembro.

Promovido pelo projeto Educanvisa, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, do Ministério da Saúde o evento foi espaço para apresentação de atividades promovidas em escolas nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul do Brasil foram apresentadas no evento. Os projetos sobre a vigilância sanitária desenvolvidos com alunos dos ensinos fundamentais I e II abordavam o uso racional de medicamentos, dicas de higiene, alimentação saudável e a promoção da saúde, entre outros.

Vasconcelos começou a exposição com a pergunta: “O que é comunicação? ” Ele enfatizou as diferenças entre informação e comunicação, e que “não se promove a saúde sem a comunicação”. Em seguida, Mariella apresentou os modelos de comunicação e problematizou a sociedade da informação, onde todos são emissores e receptores o que faz com que hajam informações sobre saúde nem sempre qualificadas na internet por exemplo. A dupla organizou os 140 participantes em grupos de até de cinco pessoas, e cada grupo fez uma mensagem para um público-alvo diferente, entre eles idosos, crianças, universitários e donas de casa. Ao final, as apresentações foram comentadas pelas professoras da Universidade de Brasília Clélia Maria de Sousa Ferreira Parreira e Júlia Sursis Nobre Ferro Bucher-Maluschke.

A coordenadora de Fortalecimento do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária Cláudia Passos Guimarães Rabelo acredita que os representantes da Ascom da Fiocruz Brasília trouxeram informações importante para os professores. “Espero que as pessoas possam se apropriar sobre o conhecimento comunicação e saúde para desenvolver novos trabalhos”, afirmou.

O Educanvisa prepara profissionais da educação da rede pública para disseminar conceitos de saúde que tenham relação direta com o trabalho da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, como a prevenção de riscos associados ao consumo de alimentos industrializados e de medicamentos.