Publicado resultado final dos projetos selecionados e do cadastro reserva do Programa Acolher+.  

Educação Popular e as Juventudes – Construindo “inéditos viáveis” na formação de agentes populares de Saúde. Este foi o tema da aula inaugural do curso de Formação de Agentes Populares das Juventudes do Distrito Federal, realizada no sábado, 27 de maio, no auditório da Fiocruz Brasília, com transmissão pelo canal institucional. https://www.youtube.com/live/MNFGjJ4eeOA?si=x9-0fkFrrJKgP8cA .  

 

Todos os profissionais do SUS interessados em compreender a técnica legislativa, e aprender a redigir textos normativos em saúde, bem como a ter uma visão crítica de textos normativos para assessorar gestores públicos e legisladores da área da saúde tem até o dia 30 de maio para se candidatarem a uma das 100 vagas da nova turma online do curso de Redação Normativa em Saúde.  

Os rumos da ciência nos próximos anos estão sendo construídos e a Fiocruz Brasília não só participa desse processo, como chama todos a se engajarem também. Na última quinta-feira (25/4), a instituição abriu suas portas para a Conferência Livre de Educação, Divulgação e Popularização da Ciência. O objetivo do evento foi discutir propostas que fortaleçam […]

Praia, rio, mangue e dunas fazem parte da beleza natural da região de Sabiaguaba, em  Fortaleza (CE), mas desde a década de 1980, a comunidade litorânea tem sofrido impactos sociais e ambientais, como a ocupação irregular, especulação imobiliária e obras estatais. O professor de educação física das duas escolas de Sabiaguaba, Alan Raymison Tavares Rabelo, é nativo da região, mora na comunidade e compartilha com os vizinhos e lideranças comunitárias o sentimento de pertencimento e cuidado com o território. Ele viu no Mestrado Profissional em Políticas Públicas em Saúde uma possibilidade de estudar essa organização e participação dos moradores no cuidado com o que é deles. Rabelo coletou dados durante a pandemia de covid-19, por meio de entrevistas com cinco moradores e participantes de movimentos populares, associações e organizações não – governamentais atuantes na região e que já organizaram alguma atividade de proteção de direitos socioambientais.  Segundo ele, a pesquisa revelou novos conflitos ambientais e ampliou a compreensão dos conflitos já existentes – e como eles afetam a saúde e a vida da população da Sabiaguaba. 

Médico formado pela Universidade do Brasil (hoje UFRJ), teve a inesperada oportunidade de fazer um curso sobre uso clínico de radioisótopos e, com os conhecimentos adquiridos, partiu em uma viagem pelo interior do país para investigar a hipótese de correlação entre o bócio e a doença de Chagas – hipótese esta não confirmada. Pouco depois, […]

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) divulgam, nesta quinta-feira (25/4), o resultado da fase 2 de classificação do edital de chamada pública Programa Acolher +.  Confira errata Confira o resultado dos recursos apresentados para a Fase 2  (divulgado dia 29/4). Leia também:  Chamada pública vai fortalecer Casas […]

Os pesquisadores Eduardo Nilson e Denise Oliveira, do Programa de Alimentação, Nutrição e Cultura (Palin) da Fiocruz Brasília, assinam o artigo “A importância de políticas públicas para o enfrentamento da insegurança alimentar e nutricional no mundo”, publicado na última sexta-feira (19/4) na seção Ponto de Vista do jornal Nexo Políticas Públicas. No texto, eles discutem […]

Em conjunto com o 10° Encontro Virtual de Divulgação Científica da Fiocruz, será realizada, nesta quinta-feira (25/4), das 9h às 17h, a Conferência Livre de Educação, Divulgação e Popularização da Ciência. Trata-se de um evento preparatório para a 5ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, que acontece em Brasília, no mês de junho.   […]

Boa notícia para os inscritos na Chamada Pública de relatos de experiências sobre o desenvolvimento agrário e da agricultura familiar na promoção da saúde e de sistemas agroalimentares saudáveis, sustentáveis e justos. A comissão científica responsável pelo edital alterou o cronograma previsto e também a avaliação. Ao invés de dez relatos, serão incluídos 49, que vão ser publicados em um livro no segundo semestre de 2024.