Fiocruz Brasília
  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

09/10/2018

Sínteses de Evidências Qualitativas é tema de chamada pública para artigos científicos


Valéria Vasconcelos Padrão

Está aberta a Chamada Pública de Artigos para o Boletim do Instituto de Saúde - BIS. O Boletim vol. 20, nº 2, será publicado em outubro de 2019, em português, espanhol e inglês. São responsáveis pelo número a Fiocruz Brasília, o Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em parceria com a Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP – Campus São Paulo), e o Norwegian Institute of Public Health.  O tema da publicação será Sínteses de Evidências Qualitativas – Resultados de estudos empíricos e metodológicos, e o prazo para envio dos resumos é 30 de novembro de 2018.

A chamada é específica para artigos que apresentem resultados de estudos, em especial de síntese de evidências qualitativas e estudos metodológicos relacionados com essa temática. Os autores deverão enviar um resumo de até uma página (em português, inglês ou espanhol), por e-mail, aos cuidados de Tereza Toma (ttoma@isaude.sp.gov.br ou ttoma.ats@gmail.com). Os resumos serão analisados pelos editores da edição temática para a seleção de até 10 artigos a serem publicados. Após a seleção, os autores terão até 30/03/2019 para apresentarem os artigos completos.

Na chamada explica-se a importância do tema. ” Evidências de estudos qualitativos podem desempenhar um papel importante na agregação de valor a revisões sistemáticas para políticas, práticas e tomada de decisão, no âmbito da formulação e implementação, bem como, na deliberação social sobre as políticas sociais, em especial na saúde. Sínteses de evidências qualitativas (ou revisões sistemáticas de estudos qualitativos) permitem compreender, de forma rigorosa e a partir de contextos específicos, as experiências, perspectivas, opiniões, bem como valores, necessidades e interesses de usuários e/ou trabalhadores de serviços de saúde sobre condições de saúde e de cuidado à saúde, conforme capturados originalmente por estudos qualitativos primários. Evidências provenientes de estudos qualitativos podem trazer contribuições importantes para as políticas, práticas e tomadas de decisão no âmbito da formulação e implementação, bem como, na deliberação social sobre as políticas sociais, em especial na saúde. Agregando ou integrando achados de vários estudos, as metodologias de revisões sistemáticas proporcionam sínteses compreensivas sobre um fenômeno/intervenção/programa de interesse e dessa maneira informam a tomada de decisões em saúde. ”

Os editores do Boletim são Jorge Otávio Maia Barreto e Maria Sharmila Alina de Sousa, Fiocruz Brasília  Fiocruz Brasília;  Cassia Baldini Soares, Escola de Enfermagem (USP); Claire Glenton, Norwegian Institute of Public Health; Megan Wainwright, Durham University; Simon Lewin, Norwegian Institute of Public Health e Tereza Setsuko Toma, Instituto de Saúde da SES-SP.

Voltar ao topoVoltar