Fiocruz Brasília
  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

16/05/2018

Participe do Seminário de Ciência de Dados Aplicada


Mariella de Oliveira-Costa

Aprendizado de Máquina, Aprendizado Estatístico. Mineração de Texto. Análise de Redes. Estes temas vão ser parte da agenda de atividades abertas ao público na Fiocruz Brasília no mês de junho.

A Escola Fiocruz de Governo (EFG) promoverá o Seminário de Ciência de Dados Aplicada, em quatro sextas-feiras de junho, de 10h às 12h. A cada semana, será realizada uma palestra sobre um tema específico. O interessante é que não é preciso ser um iniciado na área para participar das atividades, que terão um formato mais informativo para sensibilização sobre os temas a partir de palestras conduzidas por diferentes pesquisadores, conforme cronograma abaixo:   

•    8 de junho — Aprendizado de Máquina – Nilton Correa Silva pesquisador do Departamento de Engenharia de Software - Universidade de Brasília (UnB)
•    15 de junho — Aprendizado Estatístico – Bernardo Andrade – pesquisador da Estatística – Universidade de Brasília (UnB)
•    22 de junho — Mineração de Texto – Felipe Ferré – pesquisador do Ministério da Saúde  (MS)
•    29 de junho — Análise de Redes – Ricardo Sampaio – pesquisador da Fiocruz Brasília/Ciência da Informação-UnB 

A Ciência de Dados é uma área do conhecimento que reúne e gera informações úteis com base em grandes volumes de dados para auxiliar na tomada de decisão.

 Em 2018, o Mestrado Profissional em Políticas Públicas de Saúde da Escola Fiocruz de Governo (EFG) oferece a disciplina Ciência de Dados de maneira multidisciplinar, com professores da Fiocruz Brasília e da UnB nas áreas de Economia da Saúde, Arboviroses, Engenharia de Software, Ciência da Computação, Ciência da Informação e Estatística. 

Para se inscrever no Seminário de Ciência de Dados Aplicada, clique aqui.  
Clique aqui e saiba mais sobre a disciplina de Ciência de Dados na Fiocruz Brasília.  
 

Voltar ao topoVoltar