Fiocruz Brasília
  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

10/10/2018

Fiocruz Brasília participa da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia


Valéria Vasconcelos Padrão

Debate sobre o papel das mulheres na ciência e um dia de jogos e aprendizados com jovens de escolas públicas são atividades que acontecem na Fiocruz Brasília no decorrer da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, cujo tema é “Ciência para redução das desigualdades”. Nos próximos dias 15 e 16 de outubro, os espaços da instituição serão ocupados por estudantes e integrantes de movimentos sociais como Casa Frida, Promotoras Legais Populares, Eu Livre e Arquitetas Invisíveis para debater o tema.

Dados da Unesco indicam que menos de 30% dos pesquisadores do mundo são mulheres, o que evidencia a falta de equidade de sua participação integral na ciência. O Comitê Pró Equidade e o Selo Ciclo de Aprendizagem da Fiocruz Brasília aceitaram o desafio de participar da abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, organizando a mesa redonda “Mulheres – Ciência – Democracia, uma combinação potente”, que acontecerá na segunda-feira (15), às 15 horas, na sala 08 da Escola Fiocruz de Governo, com a participação de movimentos sociais.

Documento elaborado por trabalhadoras da Fiocruz Brasília diz que o debate “Mulheres – Ciência – Democracia, uma combinação potente - é um momento inaugural em que convidamos mulheres cientistas e atuantes em práticas de redução das desigualdades e justiça social para refletirmos juntas sobre as pontes que estamos construindo em prol da equidade de gênero. Aspiramos que esse seja o princípio de um ciclo em que possamos aprender e vitalizar nossas experiências em prol da ciência e da igualdade de gênero, considerando-as como vitais para o desenvolvimento sustentável e democrático. Elegemos coletivos que indubitavelmente fazem ciências humanas e sociais, auxiliando nas transformações dos paradigmas científicos conservadores para ocuparem o centro dessa primeira roda de conversas em uma abertura para a escuta.” 

Na segunda-feira,  às 14h, numa ação que se realiza simultaneamente em todas as unidades da Fiocruz, será feita uma foto de todas as nossas trabalhadoras no jardim.  Na terça-feira, das 09h às 17h,  alunos dos ensinos médio e fundamental de escolas públicas do DF vão se divertir e aprender sobre ciência e saúde em um programa de auditório denominado “Saúde em Jogo” que acontecerá no auditório externo.

Veja a nossa programação especial

Dia 15 (segunda-feira)

•     Às 14h, numa ação que se realiza simultaneamente em todas as unidades da Fiocruz, faremos uma foto de todas as nossas trabalhadoras em nosso jardim. 

•    Às 15h, sala 8 da Escola Fiocruz de Governo: mesa redonda Mulheres – Ciência – Democracia, uma combinação potente. Mulheres cientistas e atuantes em justiça e práticas de redução das desigualdades vêm refletir sobre os caminhos para a equidade de gênero na ciência. Participação dos coletivos: CASA FRIDA, PROMOTORAS LEGAIS POPULARES, EU LIVRE – SAÚDE E CULTURA, e ARQUITETAS INVISÍVEIS.

Dia 16 (terça-feira) 

•    9h às 17h, auditório externo: Saúde em Jogo. Programa de auditório em que alunos dos ensinos Médio e Fundamental de escolas públicas do DF vão se divertir e aprender sobre ciência e saúde.
 

Voltar ao topoVoltar