Fiocruz Brasília
  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Selecione uma tarefa

Início do conteúdo

03/08/2018

Começa a seleção de jovens para participação no Fórum Ciência e Sociedade 2018


Gabriel Ellan Lobato

“Durante mais de 30 anos tentamos combater o mosquito, mas reparamos que isso não tem sido muito efetivo. Agora estamos nos preocupando com as condições que favorecem sua proliferação”. Foi com esta frase que Fernando Gomes da Rocha, do Programa de Educação, Cultura e Saúde (PECS) da Fiocruz Brasília, iniciou a atividade voltada para estudantes do DF na última terça-feira (1/8), cujo objetivo era sensibilizar os jovens do Centro Educacional Incra 09 da Ceilândia a participarem do Fórum Ciência e Sociedade 2018. A edição deste ano terá como tema as arboviroses, doenças causadas pelos chamados arbovírus, como o vírus da dengue, zika, febre chikungunya e febre amarela. 

Durante o primeiro encontro com os jovens estudantes de quatro escolas da Ceilândia - Centro Educacional 07, Incra 09, Centro de Ensino Fundamental 34 e o Instituto Federal Campus Ceilândia (IF-CEI) foram apresentadas a proposta do evento, o tema que será debatido e o perfil dos pesquisadores.

Promovido pela Fiocruz Brasília, o Fórum Ciência e Sociedade é uma atividade de popularização da ciência e tecnologia. Para a atividade, serão selecionados 15 jovens, a partir de processos seletivos a serem definidos por cada escola. Os estudantes serão preparados para o grande debate marcado para os dias 6, 7 e 8 de novembro. A preparação consistirá em atividades de campo que envolverão conversas, vídeos e leituras de documentos importantes referentes ao tema do Fórum. As saídas de campo serão realizadas entre setembro e outubro, na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); na Estação de Tratamento de Esgoto do Gama e Tratamento de Água de Brazlândia; na Usina de Tratamento Mecânico e Biológico e na Escola Técnica de Ceilândia.

A coordenadora do Programa Saúde na Escola (PSE) e integrante da equipe especializada de apoio à aprendizagem, Francilene Gabriel de Araújo, se diz contente pela escolha da escola Incra 09 e ressalta que essa é uma grande oportunidade. “Quem sabe pode sair um pesquisador (a) da nossa escola”, afirma. Para a colaboradora do Programa de Alimentação, Nutrição e Cultura (Palin) da Fiocruz Brasília, Bruna de Oliveira, que participou da apresentação do Fórum aos alunos, essa pode ser uma grande oportunidade para os estudantes, e diz que essa experiência como pesquisador pode auxiliar a escolha do jovem sobre seu curso na universidade.

Fórum Ciência e Sociedade 2018

O Fórum Ciência e Sociedade 2018 é uma das etapas da pesquisa “Inovação e educação em comunicação para prevenção da Zika e doenças correlatas dos territórios”, desenvolvida pelo PECS em conjunto com outras unidades da Fiocruz, o que determinou a escolha do tema para esta edição: arboviroses. O evento já abordou, ente outras questões,  segurança alimentar e nutricional e agroecologia, agroecologia e sustentabilidade e erradicação da miséria.

Ação educativa não formal com foco na divulgação da ciência e tecnologia e popularização da ciência, voltada para a rede pública de educação básica, o Fórum Ciência e Sociedade é realizado pela Fiocruz, desde 2002, em parceria com diversas instituições de pesquisa e educação. Reúne pesquisadores, estudantes, docentes e sociedade civil em debates sobre temas de ciência e tecnologia relevantes para a promoção da saúde.

Voltar ao topoVoltar